Mimosa foi a equipe finalistas do 2º Edição do Hackathon no Show Rural Coopavel

Mimosa foi a equipe finalistas do 2º Edição do Hackathon no Show Rural Coopavel

6 de fevereiro de 2020 0 Por admin

O anúncio das equipes finalistas foi na manhã do dia 5 da última quarta-feira (02/fev/2020) na presença de autoridades e participantes do evento.
O prêmio: uma viagem ao ecossistema de inovação de Toronto – Canadá.
Foram 17 desafios, 15 equipes e 36 horas de desafios.

Segundo Carlos Guedes, presidente do Conselho Liberativo da Acic, organizar um Hackathon exisge meses de planejamento desde (regulamento, premiação, buscar apoio de patrocínio, tamanho das equipe necessária). Desde de março de 2019, logo após a 1º Edição do Hackathon do Show Rural, já foi realizada a primeira reunião de planejamento para o Hackathon 2020, seguidas de muitas outras reuniões até janeiro para o planejamento de detalhes: “O que vemos em 36 horas tem que somar muitas horas de preparação. O trabalho maravilhoso… Quando fomos convidados, fomos convidados por ter um sua equipe pessoas com muita dedicação com muita vontade de ajudar a transformação do nosso ecossistema digital de inovação em Cascavel. Conduzimos todo processo do hackathon em parceria com a equipe técnica do sistema FIEP, particularmente do IEL Instituto Euvaldo Lodi de Curitiba…”

Dilvo Grolli agradeceu a presença de alguns membros do JCI Cascavel que estiveram envolvidos como mentores no Hackathon e mencionou que a exemplo da JCI, o Hackathon copia o modelo de incentivar o jovem a serem líderes no mercado:
“A câmera júnior é um exemplo vivo do que é colocar a juventude a serviço da sociedade . A camera junior foi criada há mais de 100 anos dentro de uma associação comercial lá no Estados Unidos o Brasil copiou esse modelo e começou criar liderança jovens no Brasil. O hackathon no show rural digital seria o mesmo modelo que a Camera junior dando oportunidade para os jovens no Brasil. Esses jovens que participaram irão criar soluções para o agronegócio pro futuro. Imagine se não fosse a câmara júnior nós teriamos muitos jovens frustrados por não ter oportunidade de criarem melhores condições e usarem melhor seu talento e com isso se tornar líder em certos setores. A essa juventude (participantes do Hackathon) foi dado oportunidade a eles e toda a sociedade em serem líderes do setor deles (agrotech), eu acho que isso aí é muito grande a promessa de futuro maior do que aconteceu até hoje no agronegócio.” – disse Dilvo Grolli.

“Esse evento é realizado a várias mãos, vale ressaltar que o Show Rural não realiza um evento desse sozinho. Tivemos ai envolvido com o evento diversos atores do Ecossistema de Inovação… A nossa idéia é sim fomentar a reagião Oeste sobre o tema de inovação servindo de apoio para novos empreendedores. Entendemos que o agronegócio é um expoente do nosso estado e a Coopavel mais uma vez se coloca a disposição abrindo suas portas para a 2 edição do Hackathon do Agro. Espero que possamos ter a 3 edição” – José Rodrigues da Costa Neto, Coordenador do Show Rural Digital.

“Ao apoiar iniciativas como esta, do Show Rural Digital e do Pitch Day, o Governo do Estado reforça o compromisso, do governador Ratinho Junior de fomentar cada vez mais os ecossistemas de inovação na Região Oeste, para que as ideias inovadoras possam ter bases para se desenvolverem e contribuir com uma gestão pública mais eficiente e próxima do cidadão”, disse o presidente da Celepar, Leandro Moura.

A equipe ganhadora, apresentou um sistema que monitora a temperatura do leite, para sanar a dor do produtor que lida com leite e que quando há ocilação de temperaturas que podem peder sua produção. O sistema conecta produtor e cooperativa notificando caso haja problemas com a refrigeração. Como chegaram a solução? Tiveram apoio de produtores que já passaram pelo problema e puderam aprovar a solução. Por que o nome Mimosa? “Todo produtor já teve uma vaquinha chamada mimosa, o nome veio a calhar”. A equipe era composta por 5 pessoas, cada uma em áreas diferentes o que ajudou na elaboração do projeto.

Participação JCI Cascavel e Marechal no Hackathon Show Rural

A JCI Cascavel teve dois de seus membros envolvidos com o Hackathon Agro do Show Rural Digital, Rosemeire Silva e Cleverson Birkan, colaborando como mentores em TI e Direito. Foram mais de 40 mentores envolvidos para auxiliar em dúvidas e dificuldades que iam surgindo durante os desafios.

“Foi hackhaton épico proporcionou um mix de gerações, bem como, equipes engajadas em sanar a dor e dificultaram a vida dos jurados na hora da votação. Superou expectativas dos envolvidos, assim como, extremamente rico a soma de cada participante.” – Cleverson Birkan (@cleversonbirkan), advogado. Foto: Cleverson Luiz Birkan, Caroline Moi, José Raphael B. Freire, Daiane Bertol e Matheus Lopes.
“Foi uma satisfação poder estar envolvido num evento tão grande como o Hackathon do Show Rural Digital, vibrei com os participantes” – Rosemeire Silva (@rosemeiresilvamd), TI. Foto: Dani (@hortadadani) uma das participantes do Hackathon e Rosemeire mentora.